Pesquisador grego aborda a representação da crise grega no cinema



O pesquisador Panagiotis Zestanakis, PhD, do Institute for Media and Communication – Hamburg University, apresentou, no dia 9 de julho de 2019, a palestra ‘The Storyteller Who Survived’: a crise grega através de seu maior blockbuster Worlds Apart [Mundos Opostos], de Christopher Papakaliatis (2015). Após a exibição do filme, Zestanakis discorreu sobre o modo como a crise financeira daquele país europeu foi retratada, além de discutir os motivos que transformaram a película em um grande sucesso comercial, embora tenham dividido a crítica especializada.

Baseado em três histórias de amor entre gregos e estrangeiros que vivem em Atenas (um refugiado sírio, um economista sueco e um professor alemão), “Worlds Apart” vendeu mais de 700 mil ingressos na Grécia. O filme trata de vários temas muito discutidos ao longo da crise grega: a questão dos refugiados, a política de extrema-direita, a violência anti-imigração, a deterioração dos padrões de vida, a alta do desemprego e o crescimento de estereótipos anti-norte-europeus.

O evento foi promovido pelo GP Modos de Ver (ESPM/CNPq) e pelo Laboratório de Estudos de Memória Brasileira e Representação (LEMBRAR – MPGEC ESPM Rio).



Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.